\ Moda: cardiganzão

Lembram do post do coletão? Tentei me convencer que ele valia a pena, cheguei a experimentar uma versão bem parecida com o da Jô algumas vezes mas até o momento, minha conclusão é de que essa peça não é para mim. Tentei visualizar com o meu estilo e não consegui me enxergar usando o coletão com nada no meu armário, e olha que eu sou a rainha dos básicos. Achei que ficou sério demais para meu estilo mais soltinho e despreocupado e ainda não achei as versões mais leves para experimentar. Vou ficar de olho ou então vou deixar essa peça como um desafio para a Jô!

Em compensação, me peguei apaixonadinha por outra peça “ão” que não é nenhuma tendência, nenhuma novidade, mas até o momento nunca tinha chamado minha atenção: o cardiganzão.

maxi-cardigan-0

A versão maxi do famoso cardigã já rola por aí há algumas temporadas e eu nunca dei muita bola. Na verdade, eu odeio a versão clássica mais curtinha, amo de paixão o modelo médio (tipo esse ou esse) e ignorava as longas até então.

Ok, mudei de ideia e agora to achando o cúmulo do charme e da chiqueza.

maxi-cardiga-1

Tá com base toda preta? Cardiganzão. De short? Cardiganzão para esconder o buzanfã (amo essa palavra haahha). De saia? Cardiganzão, claro. Fim de tarde friozinho na praia? Opa, cardiganzão.

maxi-cardigan-2

Enfim, as possibilidades são inúmeras e o fato dele ser quase sempre levinho e fluido dá todo um movimento charmoso, não acham?

Beijos!

PS: Todo mundo me encorajou a comprar o short jeans do post passado e vocês acreditam que não acho mais o bendito? Sumiu da loja online da Hering e não sei mais onde vende! To catando por aqui, só sei que agora conseguir um virou questão de honra! hahaha

\ comentários


\ Os mais amados