\ NYFW: O Caribe é ali, na passarela da Tommy Hilfiger

Eu acho muito engraçado que a Tommy Hilfiger foi uma marca que foi muito presente durante toda a minha adolescência, mas não tem muita presença na minha vida adulta. Não sei se o fato de ter marcado muito uma época específica criou esse bloqueio em mim, só sei que tento dar chances, mas quase nunca dou a sorte de encontrar nas lojas algo que tenha a ver com meu estilo atual (mesma coisa com a Polo Ralph Lauren, por exemplo!).

Em compensação, se tem um motivo para a Tommy continuar presente na minha vida o nome dele é: semana de moda. É um dos poucos que eu procuro no Youtube para assistir e um dos que eu mais gostei de ter visto ao vivo quando fui para a NYFW em fevereiro do ano passado. Os cenários são sempre nababescos, ultra caprichados e dão o clima da coleção antes mesmo de qualquer modelo pisar na passarela. Ao vivo, essa sensação é potencializada à infinitésima potência, porque você literalmente se sente fazendo parte da encenação.

Clique da passarela feito pela Jô

Clique da passarela feito pela Jô

No ano passado eu pude ver o desfile de Outono/Inverno 2014 e o cenário, uma estação de esqui, estava super compatível com o clima de neve e graus negativos que a gente encontrava quando ia para a rua. Dessa vez, Tommy resolveu levar todo mundo para o Caribe, com direito a lagoa, deque, um barzinho, por do sol e tudo embalado por reggae. Diz a Jô – para me matar de inveja, é claro – que foi impressionante como essa combinação de elementos foi essencial!  Até vou botar o vídeo aqui, mas tenho plena consciência que ainda não inventaram uma forma de transmitir 1/100 do que costuma ser ao vivo:

Na verdade, eu fiz questão de escrever esse post no lugar da Jô porque eu queria muito falar sobre algumas peças desfiladas! Como quem costuma falar sobre moda por aqui soy yo, pedi a permissão porque vi muita coisa que já dá para ser usada agora mesmo!

nyfw-tommy-3

nyfw-tommy-1

nyfw-tommy-2

Os biquinis de crochê, por exemplo, voltaram discretamente no verão passado mas acho que vão brilhar de verdade agora, no final do ano. Vi algumas marcas brasileiras apostando nisso e achei interessante ver a versão gringa! Levando em conta que estamos numa fase mais ousada na moda praia, com recortes e shapes bem diferentes, também acho que o maiô todo trançado na barriga faria sucesso por aqui, vocês não acham?

nyfw-tommy-moda-praia

Aliás, alguém me atualiza por favor. O que tanto veem na Gigi Hadid? Acho ela a cara da Fergie e quando a vi desfilando, achei bem metidinha. Não sei se é caso do santo não bater, mas no vídeo senti uma vibe meio “estou me achando” que não curti também! 

Outro detalhe que me chamou a atenção: os sapatos! Eu to numa fase mais de tênis e slip ons, já contei pra vocês, então foi impossível ignorar as versões desfiladas. Os modelos brancos com detalhes coloridos são bem charmosos, e segundo a Jô, as sandálias estilo Birken com brincadeiras de estampas e texturas fizeram sucesso por lá. Não duvido, mas acho que elas são um pouco ousadas para mim! Vocês usariam?

nyfw-tommy-4

Eu AMO desfiles mais conceituais mas sou mais apegada aos que têm uma pegada mais comercial, confesso. Adoro sair da sala (ou clicar no X do Youtube, como foi o meu caso dessa vez rs) pensando em peças que podem ser incorporadas ao meu guarda roupas ou imaginando como adaptar ideias e propostas no meu dia a dia. E nesse caso, os desfiles da Tommy sempre rendem! A dúvida que fica é: será que chega nas lojas?

Beijos!

(que não está em NY, mas está acompanhando tudo de longe rs)

\ comentários


\ Os mais amados