\ #PFW DAY 4: MEU LOOK + RESUMO DOS DESFILES

Olá ricas, tudo bem?
No post de hoje, dando continuidade a cobertura da PFW, vocês conferem um resumo dos principais desfiles apresentados no quarto dia da semana de moda parisiense.

O quarto dia de desfiles da PFW começou com a apresentação da Loewe. Para o verão 2017 da grife, Jonathan Anderson aposta em texturas e looks despojados, dando destaque aos acessórios que são itens de desejo imediato entre os fashionistas. O couro se mistura com linhos e telas de algodões em produções que trazem de volta o corset de forma moderna e atual. As peças com barras recortadas e desfiadas reforçam o despojamento luxuoso proposto pelo estilista.

A Issey Miyake traz um verão com modelagens amplas e uma cartela de cores bem diversificada. Estampas e cortes geométricos, blocos de cores e sobreposições despontam como uma das principais apostas da coleção que aponta uma temporada de bastante leveza e frescor.

Um dos desfiles mais aguardados do dia era o da Dior, com a estreia de Maria Grazia Chiuri como diretora criativa da Maison. Ela é a primeira mulher a assumir esse cargo na história da grife francesa. Para o seu début a estilista apresentou uma coleção bem feminina e moderna que faz uma junção entre o DNA da marca e as características de suas criações. Inspirada na esgrima, Maria Grazia traz looks bem moderninhos com jaquetas bem estruturadas e calças mais sequinhas, sobreposições entre vestidos e jaquetas, suéteres e no final vestidos que são um verdadeiro sonho. A nova era da Dior promete ser de tirar o fôlego!

A grife Emanuel Ungaro apresentou uma coleção que reforça ainda mais que a década de 80 é uma forte tendência para a temporada de primavera-verão’17. Minivestidos, babados, ombros volumosos e laços estão entre as principais apostas da Maison que tem Fausto Puglisi na direção criativa.

O que acaram do look e dos desfiles, meninas?
Aguardem os próximos posts com a cobertura da PFW!
Beijos!

\ comentários


\ Os mais amados